Alguns Toques Sobre A Vida

08:02 Felipe Betim 0 Comentários




Paz no espírito é viver de bem consigo mesmo. É amar sem esperar ser amado, e ao mesmo tempo respeitar a si e aos outros;

Luz no coração é cativar as pessoas com o olhar, pois o olhar é o espelho da alma, e ter brilho no olhar é deixar sua alma falar por você;

Respeito pela vida é carregar no peito a certeza de que tudo está vivo e que o mesmo tudo é filho do Todo, que é o mesmo para todos;

Carinho de mãe é essencial. Quem não conhece ou não respeita está vivendo sem alma;

Amor por si mesmo é fundamental, pois não há como amar a Deus ou outras pessoas sem antes se amar, afinal, você também é Deus. Seria hipocrisia!;

Vida sem canções é o mesmo que atravessar o mar sozinho sem nadar. Impossível;

Vida sem poesia é o mesmo que viver sem se encantar com nada;

Compaixão por todos é essencial, pois todos carregam luz no espírito dada pelo Todo, até os que você julga mais desprezíveis;

Vida sem sorriso é a escuridão da alma. Então sorria todos os dias se não quer que os outros percebam a imensidão de trevas que está emergida dentro do seu coração;

Velhice também é sinônimo de infância, pois não é a idade que define a alegria e a luz que carrega um ser humano, e sim o quanto ele conseguiu ser criança durante os anos de sua vida;

Olhar o sol nascer pela manhã é um presente, e o maior deles é agradecer ao Todo por tudo!;

Chorar de felicidade faz parte do contrato que assinamos antes de nascer. Mas chorar por dor ou tristeza faz parte da escuridão do ego e não faz bem a ninguém;

Caminhar no hoje e sempre olhar para frente é um dom. Independente dos erros ou dos acertos. Trace uma linha horizontal com a vida;

Se apaixonar todos os dias por quem ama é um dever!;

E escutar a voz da alma liberta...

Dance, cante, ame, faça o bem, escreva, chore, liberte-se, esforce-se, discipline-se e faça tudo o que tiver vontade. Mas acima de tudo, agradeça ao Todo por tudo, sempre, pois foi ele que te deu o dom de fazer tudo isso!

Você pode gostar também

0 comentários: