Para se Libertar

16:29 Felipe Betim 0 Comentários


Não há presente que ainda acredite no passado, e nem futuro que seja cultivado no presente. Muitas vezes, coisas não tão boas acontecem conosco. Coisas que nos magoam, pessoas que nos causam transtornos, situações que deixam cicatrizes..

Todas essas situações tem algo em comum: estão no passado! Pois é, como algo que já passou pode nos deixar tantas marcas? Tudo pelo simples fato de que nosso ego não nos permite esquecer, e nosso orgulho ferido pode ser muito perigoso (pra nós). Nós somos levados por eles, e quando menos esperamos, passamos meses, anos, vidas com essas impressões e sentimentos negativos das pessoas.


Claro que não é tão simples nos libertarmos destas mágoas e raivas, mas sem que nos libertemos de tais sentimentos, jamais conseguiremos olhar pra frente, e nos libertar de fato de nosso passado e seguir em frente, olhando para o que está ao nosso redor. E ao fazermos isso, é certo que notemos apenas as coisas maravilhosas da vida, pois quem é capaz de enxergar maldade com o coração puro igual ao de uma criança?!

Então solte! Deixe seu coração aberto para a pureza que nele há, e perdoe quem você precisa perdoar. O amor abre nossos caminhos e nos liberta de nossas culpas e dores. Tudo vem para aquele que de coração é livre, e ama a si mesmo e não prende ninguém por dentro.

Solte! Liberte-se do passado, e evite viver demais no futuro, pois o futuro ainda não chegou. Esteja no aqui e no agora, purificado pelo amor que liberta. Viva apenas sua vida e correrá cada vez menos o risco de se magoar com as pessoas.

Deixe que elas errem naquilo que elas precisarem errar. Você fazendo sua parte com você mesmo já é mais do que meio caminho andando para atingir aquele amor que Jesus tanto nos ensinou.

Liberte o passado. Perdoe.

0 comentários:

Equilibre-se

18:23 Felipe Betim 1 Comentários


Você acha difícil manter a paz interior no decorrer do seu dia? Acha difícil receber críticas e não se importar nem um pouco com elas, a ponto de nem se incomodar? Geralmente fica com raiva das pessoas pelo o que elas são ou falam?

Não se preocupe, sentir tudo isso é humano! Mas não é necessariamente bom. Ninguém realmente gosta de coisas que deixam a gente mal ou nos põem pra baixo. Então é nesse ponto que entra o tal do equilíbrio.

Equilíbrio é estar dentro de si, sentir-se e saber com verdade aquilo que é. Simplesmente é estar num centro que não te leva pra nenhum outro lugar. E esse centro não permite que nada de fora se interponha.

Mas como buscar esse equilíbrio? Muitos acham complicado, mas vai apenas do empenho de cada um. Buscar equilíbrio é saber remodelar a mente, pois ela foi ensinada no decorrer da vida que devíamos nos incomodar com tudo o que fosse ofensivo a nós, ela foi ensinada que devíamos sentir raiva das pessoas quando somos ofendidos, mas nada disso nos faz bem! E se não faz bem, é porque realmente fomos ensinados errado.

Então, para manter esse equilíbrio mental, mude seus padrões, comece a exercitar a afetividade pelas pessoas, o não julgamento, o amor e a aceitação de que todos são como são e quem muda isso são só eles. 

Tenho certeza de que sua vida irá mudar quando começar a aplicar tudo isso a ela, pois a partir do momento que entendemos que nada de fora é nosso, o que está dentro se transforma.

Tenha mais atitude mental e chegará cada vez mais ao seu centro.

1 comentários:

Viva!

17:47 Felipe Betim 0 Comentários


O que somos senão poeira cósmica?

Separados mas unidos por forças da soberania divina, vivemos levando nossos dias da forma como escolhemos levá-los; das formas boas ou das ruins.

Tudo no universo se renova o tempo todo; o tempo sem tempo de Deus, onde o inefável, o imperecível reina, e sobre ele nada há. Lá, onde tudo sempre existiu, mas onde tudo está em constante transformação.

A força do tempo impera sobre os homens que vivem presos às suas próprias leis, mas o tempo de Deus é outro. Para Deus não há escravidão, não há labor que faça o homem se exaustar e adoecer. Lá, o que reina é a bem-aventurança, abundante em todos os sentidos imagináveis e inimagináveis. Não existe fome, não existe sede. No mundo das ideias só existe a dissolução do ego e da avareza. Nada que se faz mais pesado que uma pena vive muito..

A vida do homem é seu próprio obstáculo. É o que lhe faz tropeçar e cair várias vezes, às vezes sem cessar. A vida do homem inconsciente é o início do fim, de seu próprio fim, e ai dele se não despertar na metade do caminho, pois assim tropeçará quando a carne se tornar pó na terra novamente.

A vida não deve ser o bálsamo de azar que muitos vivenciam. A vida é o alvorecer da consciência e nada mais.

Ela não é as roupas caras que veste, não é os carros que movimenta, nem a família que tem. A vida é o além da consciência humana, a estrada do espírito até o Criador. Ela é a reta, a curva ou a bifurcação que cada um tem que trilhar. E viver uma vida fora desses caminhos é não viver.

Somos sim poeira cósmica neste universo equânime, mas cada um de nós está seguindo o caminho de cada um para ficarmos cada vez mais próximos uns dos outros, para que num dado momento a poeira se torne estrela, e assim, brilhar no coração do Todo que está em tudo, e relembrar que nada que vive está separado, mas sempre unido por algo que a pobre consciência humana não alcança, mas que o rico coração do espírito imutável sente sem esforço algum, afinal, de onde tiraríamos tanta força pra viver, se não soubéssemos no íntimo que a criação é eterna e que nenhum filho nasce sem pai?!

Viva! Viva! Viva!

P.s.: Texto recebido mediunicamente por um espírito que aprendeu com a vida que não dá pra vivê-la sem amar, nem cultivar a convicção serena de que um dia voltaremos ao início, mas que o hoje é mais importante.

0 comentários:

O Mundo é o Seu Espelho!

16:52 Felipe Betim 0 Comentários


A paz mobiliza o ser para aquilo que não se pode tocar, nem ver, mas quilo que se é.  A paz é o que conhecem por ‘equilíbrio’, que nos faz centrar-nos em nós, e não dar ouvidos àquilo que vem de fora. Tudo o que é nosso, está por dentro, e a menos que não esteja conectado com isso, tudo o que vier de fora de você estará contra você mesmo.

Você culpa as pessoas pelo mal que te acontece, culpa os políticos pelo governo que enxerga com seus sentidos, culpa a vida e Deus por nada estar indo como você gostaria que fosse, mas na verdade, está culpando a si mesmo, pois é de você a culpa por tudo o que não dá certo e o que não te agrada.

Você e só você é o portador do dom das mudanças, capaz de mobilizar novos caminhos e situações positivas e maravilhosas. Aprenda a entender que tudo o que está no exterior é causado por você. TUDO! Nada foge desta lei de Deus.

Entenda, amado, que Deus criou uma forma engenhosíssima de fazer-nos saber quem somos, e essa forma foi transformando o outro no nosso espelho, e tudo aquilo que vemos de defeitos e de ruim no outro, é o que Deus está nos mostrando que existe dentro de nós.

Aprenda a ver que os defeitos alheios não são seus, pois é esta a decisão consciente daquele que entende a vida, e não mais se deixa levar pelo mal que vê no mundo, pois nenhuma mobilização, nenhuma luta, nenhuma vingança o levará para um caminho melhor, apenas a mudança que fizer em ti mesmo.

Se tiver isto dentro do seu coração, sua vida irá se transformar completamente, e você não precisará mais se ofender com o que os outros te falam, ou ver coisas ruins no mundo.

Tudo o que acontece na sua vida deve ser o melhor pra você!  Assimile isso com força e fé, e ela mudará, pois você nasceu para o melhor. Você merece o melhor. Você deve ser o melhor para você!

Fique com a paz e sinta a luz que o alimenta constantemente, ardendo numa centelha divina que jamais se apaga.


0 comentários: