Como Se Relacionar Com As Pessoas III

19:03 Felipe Betim 3 Comentários


Relacionar-se com os outros é uma arte. Cada pessoa necessita de algo diferente no convívio diário. Cada uma necessita que as tratemos de um jeito, pois cada pessoa possui diferentes tipos de defeitos, qualidades e carências.

Cada pessoa tem sua maneira de enxergar as coisas, algumas de formas mais dóceis e passionais, outras com mais altivez e raiva. E isso torna o relacionamento humano um verdadeiro caos! Deveríamos aprender desde cedo como lidar com as pessoas, porque realmente não é fácil.

Entretanto, há uma coisa que poucos observam conscientemente. Existem vezes, que ao encontrarmos pessoas que estão muito bem e alegres, imediatamente ficamos ainda melhores e mais alegres, e o mesmo acontece quando encontramos pessoas que estejam tristes, cabisbaixas ou reclamando da vida. Resultado, quando menos esperamos estamos sentindo as mesmas coisas e passamos também a reclamar da vida junto com a pessoa (às vezes nem querendo fazer isso). Bom, acredito que isso não tenha acontecido só comigo!

Mas porque isso acontece? Na verdade estamos todos interligados pelo inconsciente coletivo, como explicava Carl Jung. É como se existisse uma faixa invisível que nos ligasse, fazendo com que compartilhássemos todos os pensamentos e sentimentos de todas as pessoas e situações. O caso é que para cada sentimento ou pensamento, cria-se uma espécie de ‘inconsciente coletivo’. Existe o inconsciente coletivo das pessoas religiosas, das que têm medo da morte, das pessoas que têm raiva de seu governo, da violência e uma infinidade de outros exemplos que certamente não caberiam neste texto. O fato é que cada pessoa sente algo diferente em determinado ponto do dia. Somos extremamente inconstantes e simplesmente não dá pra focar numa coisa só. Então, vamos adentrando os limites de cada inconsciente coletivo, e é isso que nos faz por exemplo, ficar tristes quando conversamos com alguém que está  triste, e nos ‘identificamos’ com tal sentimento.

E como fazemos para não nos conectarmos com tais sentimentos e emoções? Simples. Sempre que formos conversar com alguém que não está bem, ou que está ligado com coisas que não nos agradam, basta colocar-se para dentro de si, conectar-se com sua própria essência. Não permitir que o inconsciente coletivo que o outro está ligado nos atinja. Preste atenção nas sensações que sente ao conversar com essas pessoas, e no como pode controlá-las no início das conversas. E se conseguir notá-las e imediatamente desviar os pensamentos e sentimentos, conseguirá impedir a conexão com a pessoa e com o que ela está ligada. Caso no meio da conversa começar a sentir as mesmas coisas, volte a posicionar-se da mesma forma.

Isso pode parecer maluco, ou coisa de outro mundo. Mas não é! Aliás, é algo que sentimos desde o momento que começamos a nos formar na barriga de nossas mães, mas que jamais demos tanta importância assim por acharmos que tudo aquilo que sentíamos era sempre nosso. Com toda a certeza, pelo menos 70% do que você sente no decorrer do seu dia são ligações que faz com outras pessoas ou situações.

Atente-se mais a isso, e certamente irá mudar muitas coisas na sua vida, pois não há melhor remédio para o ser humano, senão estar ligado dentro de si próprio e permitir que a criatividade e potenciais divinos possam se manifestar livremente.

P.s.: Para acessar os dois últimos textos anteriores basta clicar nos seguintes links:

Como se relacionar com as pessoas II

Como se relacionar com as pessoas I

3 comentários:

No Despertar

15:17 Felipe Betim 2 Comentários



 Levanta-te, pois o vento segue!

Abra o teu coração, pois o sol nasceu de novo.

Erga teus pensamentos, pois a neblina que o impedia de ver a luz já passou!
E então, acenda tua luz, pois é hora de brilhar.
Retire as máscaras, pois elas só servem para fazê-lo acreditar a ser quem não é.
Aprecie a natureza, pois ela está aí.. aliás, sempre esteve. Você é que não dava olhos para ela.

Ame! A vida é curta demais para guardarmos mágoa por tanto tempo, e na eternidade não dá pra odiar, e ai de quem o fizer..
Liberte-se! A única coisa que te prende às coisas é você mesmo.
 Sorria, pois quem fica de cara amarrada não está sabendo direito como agradecer tudo o que tem nesse mundão.

Viva! Não há nada melhor pra se fazer aqui!
Creia nos teus sonhos, pois se não crer, eles não acontecem.
E depois que crer, empenhe-se para conquistá-los, porque crença sem ação não funciona.
 Seja tudo aquilo de bom que quer pra você, com os outros, pois só o amor gera amor, e quem planta, colhe.

Seja de novo uma criança, pois como disse um homem uma vez: “só elas têm o reino dos céus”.
E por último, pare de escutar só o que quer escutar. Um bom jeito de começar a praticar isso é prestando atenção aos passarinhos te dando bom dia de manhã.
Viver a vida é muito mais do que nascer, crescer e morrer. Viver a vida é senti-la intensamente com o coração em todos os momentos.

2 comentários:

Oração na Presença

17:02 Felipe Betim 1 Comentários


Pai, que Tu abras os meus olhos, para que eu enxergue na escuridão do meu ego.

Que os Teus caminhos me mostrem os meus caminhos.

Que a Tua sabedoria seja incorporada dentro de mim.

Que eu possa ver o Teu amor por todos os cantos, em todas as coisas, em todas as pessoas.

Que eu seja mais paciente, para assim compreender que Tu me mostra aquilo que preciso através das situações que me forçam a sê-lo.

Que nas noites frias, o Teu amor me aqueça.

Pai, que Tu toques minha consciência com discernimento, para que eu saiba sempre o que fazer nas horas difíceis.

Para que eu saiba sempre como lidar com as pessoas que eu ainda não consigo suportar.

Para que eu me desapegue da paixão, e me apegue no verdadeiro amor pelas pessoas e coisas, para que assim eu as liberte.

Pai, Grande Arquiteto do Universo, conceda-me um pouquinho da Tua compreensão, para que eu me entenda com sinceridade.

Conceda-me paz para viver meus dias com mais calma e sabedoria.

Permita que eu me torne pequeno diante do amor,

Menor ainda diante do perdão,

E grande perante ao meu ego.

Que a Tua essência seja a Minha essência, em espírito e verdade,

E que eu me lembre sempre de agradecê-lO pelas coisas boas que acontecem para mim, e também pelas ruins, pois hoje eu entendo que os caminhos da vida, é só Você quem conhece..

Com muito amor no coração eu Te agradeço, por me mostrar tudo isso, todos os dias.

P.s.: Dedico estes escritos à Grande Mãe-Pai do universo, que gerou a tudo por Seu ventre de luz e que continua a nos amamentar com Seu amor pelos seios da vida.

Muito obrigado, muito obrigado, muito obrigado!

1 comentários: