Aceitação e Transformação

16:26 Felipe Betim 0 Comentários


Você quer que seus relacionamentos funcionem? Quer parar de brigar tanto e viver mais em harmonia com quem você ama? Existe uma ferramenta muito útil, senão a mais, para se chegar a esses objetivos: aceitação.

Aceitação é quando você começa a entender que o outro não precisa mudar pra que você entre em harmonia em seu relacionamento, mas sim que você é que precisa, afinal, olha que prepotência a nossa de achar que pra um relacionamento funcionar, o outro é que deve mudar e parar de fazer as coisas que não gostamos.. isso é errado! Você é que deve aprender a ver essas pequenas coisas que o outro faz e que te incomodam, em você, afinal, os relacionamentos servem para que possamos ter uma visão mais ampla daquilo que não aceitamos em nós mesmos.

Essa mudança também consiste em você começar a aceitar seus próprios defeitos e problemas, pois quando você os identifica, fica mais fácil começar a trabalha-los, e automaticamente, nada que te incomodava no outro continuará incomodando! Isso parece ser meio lúdico, mas é a maior verdade da vida: quando aceitamos nossos próprios desafios, tudo aquilo que o outro fazia, e que antes nos incomodava, para de nos incomodar.

Não estamos dizendo que você deve começar a resolver todos os seus problemas sozinhos, afinal, um relacionamento é uma equipe, uma sociedade, e ambas as partes devem estar conscientes de todos seus problemas, mas estar consciente do problema não é brigar por ele, não é agredir verbal ou fisicamente alguém, é chegar a um consenso, onde cada parte pode apresentar uma solução, e assim, fica muito mais fácil chegar nessa aceitação, pois ambos estão contribuindo para isso.

Seja mais ponderado e evite perder a cabeça com a atitude das outras pessoas. Pense antes no motivo por aquilo estar te incomodando, e permita que a raiva seja liberada naturalmente, sem que você precise guardar mágoa nenhuma.

Que haja aceitação e harmonia em seus relacionamentos e em sua vida, hoje e sempre.

Paz.

Você pode gostar também

0 comentários: