5 coisas que você detesta

03:59 Sinônimo de Outono 0 Comentários


O ser humano é um bicho estranho. Se incomoda com tantas coisas, mas dificilmente para pra pensar no motivo disso estar acontecendo, e pensando nisso, irei destacar agora 5 dos principais motivos que mais nos fazem tremer de raiva (ou de medo):

1-Quando alguém ou alguma coisa te tira da sua zona de conforto:

Coloquei esse em primeiro, pois sem dúvidas é o que mais nos incomoda. Dificilmente você irá encontrar pessoas que batam no peito dizendo: "eu gosto de mudar". Mudar é estar pronto pra abdicar de coisas que você construiu, aprendeu como certo, e de uma hora pra outra fazer algo totalmente diferente é no mínimo pirante. Mas tem uma coisinha que você precisa saber sobre a mudança, ela é a melhor coisa que existe (faz até bem pro seu cérebro, criando novas sinapses neurais, o que ajuda sua memória e retarda o envelhecimento dos seus neurônios), e deve ser praticada sem moderação.

2-Quando as coisas não acontecem como você idealizou:

Puts! Essa é terrível também. Sabe quando você passa horas, dias, meses idealizando alguma coisa, um sonho, um desejo, um casamento, ou qualquer outra coisa, e na hora H nada acontece como você esperava? Claro que quando não estamos ansiosos, a coisa pode até ser melhor, mas quando estamos.. e esse é o grande problema dessa nossa nova geração. Idealizamos tanto, mas tanto, queremos tanto, afinal, temos a tecnologia ao nosso favor, podemos ser e fazer o que quisermos. Ok, concordo que hoje em dia tudo está infinitamente mais acessível do que foi antes, mas se não tivermos uma boa bagagem emocional, uma maturidade vinda do berço, iremos nos frustrar a cada segundo, pois nada é previsível nessa vida.

3-Quando dizem que você está errado:

Fato, ninguém gosta de saber que está errado. Ninguém gosta de admitir que errou, que fez besteira, afinal, crescemos com essa ideia de que se desrespeitássemos os mais velhos sofreríamos duras palmadas (ou broncas terríveis. Lembra disso?!), mas o grande problema é que naturalmente erramos, e naturalmente não sabemos de tudo, e se tivéssemos essa consciência a vida seria outra, mas quando enfiamos o orgulho no meio, o jogo muda. Nos tornamos monstros. Passamos a querer convencer todo mundo a pensar como nós, afinal de contas, não estamos preparados pra dizer: eu errei, me desculpe.

4-Quando alguém é sincero com você:

Sabe os famosos "mimimis"? Então, todo mundo está cheio deles. Infelizmente a maior parte de nós não consegue enxergar a si mesma, não para pra observar seus defeitos, suas qualidades, têm problemas pra se valorizar, e aí, quando escutamos alguma verdade sobre nós nos incomodamos profundamente. Nos sentimos expostos como um pedaço de carne numa feira. Parece que nos tornamos frágeis, e aquela raiva sobe.. nesse momento, o mais sensato seria parar e pensar: "pera, por que estou com raiva disso, por que isso me incomodou?", mas quase sempre o contrário acontece. Nos irritamos e já queremos brigar com as pessoas, pois elas estão nos insultando, certo? Errado. Você é que prefere mentir pra si mesmo, pois se você não se importasse com o que acabou de ouvir, nem se incomodaria em falar nada, e nem querer (de novo) estar certo. A dica aqui é pra você ouvir mais as críticas dos outros, afinal, às vezes eles sabem mais sobre você do que você mesmo.

5-Quando ninguém te escuta:

E pra fechar com chave de ouro, sabe quando você dá aqueles conselhos maravilhosos, mas as pessoas não te ouvem, e ainda por cima te xingam ou ficam bravas com você? Pois é, isso é mais comum do que imagina (aliás, você sabe bem disso). O que acontece é que nem todo mundo está preparado pra mudar na hora que você acha que a pessoa está preparada pra mudar, portanto, pra que insistir em uma verdade, se a pessoa não quer mudar? Poxa, quem tem que mudar afinal, você ou ela? Se é ela, deixe-a com suas indignações, frustrações e reclamações. Ela é quem está sofrendo, não você. E ah, lembre-se sempre que você não nasceu pra salvar o mundo, e Deus nunca pediu pra que você o fizesse. Isso é história pra boi dormir..

Enfim, quantas coisas nos incomodam, né? Mas calma, você não precisa mudar do dia pra noite. O que você precisa é ter consciência sobre tudo isso, pois mesmo que estes impulsos continuem vindo, ter consciência deles é o que nos torna fortes no decorrer das experiências, portanto, se esse texto te incomodou de alguma forma, ótimo! Sinal de que algumas das coisas citadas aqui estão em você, mas que agora você está mais ciente sobre elas, e pode mudar sem sofrer tanto.

*  *  *

Esse texto ressoou em você de alguma forma?! Então compartilhe em suas redes sociais!

Página do Face | Palestras e vídeos | E-mail: sinonimodeoutono@outlook.com

Você pode gostar também

0 comentários: