Todo mundo é médium?

17:20 Sinônimo de Outono 0 Comentários


Não. Por mais que isso possa doer no ego de alguns, afinal, quem não gostaria de se comunicar com algum parente, amigo ou amiga que já se foram pro outro plano?

Mas calma, ainda assim todo mundo é sensível.

Quando falamos de mediunidade, estamos nos referindo à intermediação entre dois planos, ou então da sua mãe pedindo pra você avisar seu irmão que não irá busca-lo na escola hoje (bom, nesse caso todo mundo pode ser médium rs)!

O termo “mediunidade”, que ficou bem famoso depois que Alan Kardec decodificou a doutrina espírita, refere-se à conexão entre o nosso plano, e o astral, o plano dos espíritos desencarnados, mais sutís que nós (em questão de matéria).

Tá, mas porque então nem todo mundo pode ser médium?

Simples. Todo mundo pode ter a voz da Beyonce, Michael Jackson ou do Freddie Mercury? Com muito treino alguns chegam perto, mas se igualar é difícil! Afinal, seus corpos possuem (no caso dos falecidos, possuíam..) diferenças que os permitiam ter vozes mais melodiosas e agudas que a maior parte das pessoas.

Com a mediunidade é a mesma coisa. Alguns corpos nascem com estruturas que permitem que a mediunidade se expresse (muitas delas acontecem no cérebro – coisa que já está sendo estudada por alguns especialistas, aqui do Brasil inclusive).

Mas calma, você não é pior que ninguém porque não tem mediunidade, afinal, você ainda é extremamente sensível, e sensibilidade não é só pra médium.

Sensibilidade é saber ouvir o coração, é captar energias consciente ou inconscientemente das pessoas e lugares. Sensibilidade é saber o que dizer na hora certa pra quem precisa ouvir através da intuição, é telepatia, premonição, e por aí vai.

Resumindo, todos nós podemos desenvolver (e muito) a nossa sensibilidade pra facilitar nosso processo de cura e evolução aqui na Terra, e tem várias técnicas pra isso. Uma delas é a meditação! Ela te deixará mais presente e consciente daquilo que você sente, e é de verdade.

Agora, se você é daquele tipo de pessoa que “vê gente morta”, ouve vozes desde criança, recebe cartas dos seus mentores e (ou) espíritos desencarnados, seria bem legal procurar um lugar sério pra que você desenvolva esses “dons”, afinal, você não nasceu com eles por acaso.

Bom, espero ter ajudado você de alguma forma! Caso ainda tenha alguma dúvida sobre esse assunto, sinta-se livre pra me mandar um e-mail no sinonimodeoutono@outlook.com, que tentarei responder o mais breve possível, afinal, sou médium e sensitivo, e sei que lidar com tudo isso que sentimos não é sempre fácil.

Um abraço a você que leu até aqui (o que não foi por acaso), e muita luz na sua caminhada!


Você pode gostar também

0 comentários: