Saindo da Matrix

16:15 Sinônimo de Outono 0 Comentários


Muitos de nós pode passar uma vida inteira presos ao que chamamos de “Matrix”, e nem se atentarem a isso.

Entenda “Matrix” como uma realidade falsa, construída para que permanecêssemos presos a ideia de que não temos poder nenhum, ou que não podemos mudar nossa realidade.

Mas observando pessoas que fizeram história em nosso planeta, podemos notar um padrão em comum, todos fizeram algo grandioso.

Muitos acreditam que eram pessoas iluminadas, enviados por Deus, ou então pessoas de sorte. Será?

Todos nós somos seres iluminados, enviados por Deus, e de sorte. A única diferença entre nós e esses seres é que eles perfuraram seu casulo pessoal da Matrix, e despertaram pra sua verdadeira realidade: a realidade espiritual.

A realidade espiritual é a realidade do nosso espírito, aquela que não vê limites pra nada, aquela que nos permite moldar nossa realidade da maneira como queremos. Aquela que nos permite olhar as pessoas como parte de nossa evolução, e não como uma pedra em nosso sapato.

Despertar da Matrix é o primeiro objetivo de todo ser humano, é ser iniciado. É descobrir que há muito mais por dentro de nós que fora, e que somos capazes de qualquer coisa que sonharmos, mas não é um caminho fácil.

Isso porque pra despertarmos da Matrix precisamos abandonar uma coisa que nos acompanha desde pequenos, e que muitos de nós prefere nem olhar. Sabe o que é?

Você acertou se pensou em “MEDOS”.

Nossos medos são a principal trava que nos impede de acordar desse longo sono, afinal, ele nos empurra pra baixo sempre que pensamos em subir o poço.

Nossos medos nos aprisionam, pois recebemos uma educação embasada no medo, e é isso que alimentamos desde sempre.

Por isso é doloroso. Mas se você realmente quer limpar esses padrões da sua realidade, precisa encara-los de frente. Precisa olhar pra eles, e enfrenta-los, golpea-los, surra-los, então abraça-los e ser grato a eles.
Abraçar e cuidar com respeito dos nossos sentimentos é muito mais humano que imaginamos, e se não conseguirmos fazer isso, ainda nos manteremos presos aos traumas passados.

Abandone o casulo da sua Matrix! Desperte pra uma outra realidade, uma realidade onde não há ninguém competindo com você, onde você não precisa se sentir bem sucedido, onde você será maior que seu ego.

Paz.

P.s.: Caso você queira assistir ao vídeo que gravei aprofundando nesse tema, é só clicar aqui!

Você pode gostar também

0 comentários: